Como Abrir Seu Escritório de Arquitetura

Papelada pouca é bobagem!

Comecei uma nova série de vídeos no meu Canal do YouTube, focada na abertura de escritórios de Arquitetura e Design de Interiores.

A questão específica de abertura de um negócio próprio, apesar de parecer simples e óbvia para algumas pessoas, é um tema de extrema relevância e que gera muitas dúvidas, angústias e frustrações. 

E isso acontece não só com estudantes ou arquitetos recém formados, como também com profissionais que já estão no mercado há algum tempo, trabalhando como empregados, funcionários públicos ou até mesmo arquitetos formados que trabalham em outros ramos mas gostariam de abrir o seu próprio estúdio de arquitetura.

Se você é uma dessas pessoas, saiba que eu estou aqui fazendo essa série de vídeos para ajudar você nesse caminho, mostrando e analisando as diversas possibilidades existentes, para que você tenha maior confiança e segurança na hora de tomar as decisões que podem mudar o rumo da sua carreira, do seu futuro.


VÍDEO #1

VÍDEO #2

VÍDEO #3

VÍDEO #4

VÍDEO #5

VÍDEO #6

VÍDEO #7

VÍDEO #8

VÍDEO #9

VÍDEO #10

VÍDEO #11

VÍDEO #12

VÍDEO #13

 


Sabemos que muitos profissionais da nossa área de arquitetura, urbanismo e design de interiores desejam ter um negócio próprio, ao invés de serem empregados ou funcionários públicos.

Porém, um grande problema é que na faculdade não se recebe um preparo mais específico sobre como abrir e gerenciar seu próprio negócio, para tirar dali o seu sustento.

Na faculdade se ensina a fazer arquitetura, mas não se ensina como se pode viver de arquitetura. Não se aprende lá a ser um bom administrador.

Questões que vão desde a abertura do seu escritório, até a parte de gestão do mesmo: gestão financeira e contábil, marketing, recursos humanos, vendas, precificação, negociação, qualidade, processos internos, gestão de crises, cenários de mercado, entre tantos outros fatores que envolvem a administração de um negócio.

Na verdade, temos que aceitar que é praticamente impossível ensinar tudo isso dentro de uma faculdade de Arquitetura.

Eu vou falar sobre a escolha e registro do nome de sua empresa, o plano de negócio, a escolha do ponto comercial, a parte contábil e a burocracia, captação de recursos, questões relativas a impostos e notas fiscais, tipos de sociedades, contratos, trabalho em home-office, trabalho como autônomo ou pessoa jurídica, possibilidades de nicho de atuação, contratação de equipe, enfim… essa enxurrada de dúvidas e incertezas que circundam a mente de quem quer abrir seu negócio próprio.

 

Sugestões? Deixe seu comentário no box abaixo.

Eu respondo pessoalmente a todos os comentários!

Um grande abraço! Até mais!!


Curiosidade: Devido a essa série de vídeos, já fomos linkados nos sites do Professor Eng. Ênio Padilha (VEJA AQUI), do Arquiteto e Escritor Jean Tosetto (VEJA AQUI).  

Estamos também no site oficial do CAU-MS, acesse AQUI.

 

16 Comments

  • Wender Lisboa disse:

    Parabéns
    Ótima iniciativa creio que vou aprender muito te acompanhando.
    Um abraço.

  • Erika Diniz disse:

    Paulo! Ganhei meu dia hoje encontrando o seu site. Estou nesse processo de abertura, lendo muita coisa de administração e gestão, e todas estas questões realmente geram muitas dúvidas e angústias diante do incerto e desconhecido. Obrigada por compartilhar o seu conhecimento, elucidando muitas questões, e por fazer a diferença no nosso ramo. Sucesso!

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Erika, me dá muita satisfação receber comentários como o seu!! Isso me anima a continuar produzindo mais e mais conteúdos. Fica ligada nos próximos vídeos e nos demais conteúdos!! Um grande abraço e muito sucesso para você. Fico à disposição!

  • Ola Paulo, está de Parabéns..!!! fiquei animado ao encontrar seu site e ver seus vídeos, está cada vez mais difícil se manter otimista com a situação atual, mas eis que surge uma luz no fim do túnel. Obrigado… Espero que continue nessa mesma toada, ajudando nossa classe. Muito Sucesso para vc. Abrax…

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Que legal, Alberto!! Muito bom saber que estou conseguindo dar um gás de motivação para que sigamos em frente, pois há muito o que se fazer. Não adianta focar nos problemas e no negativismo, e sim nas oportunidades e soluções. Um grande abraço!

  • Lídia Martins disse:

    Olá! Adorei as dicas e vou acompanhar. Eu e minha sócia queremos abrir escritório, e queríamos colocar também venda de produtos de decoração. Acha boa idéia?

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Oi Lídia! Olha, eu diria que é sim viável, mas deve ser algo feito com muito cuidado e planejamento, para definir qual o real foco do negócio e não dissipar as energias de forma muito pulverizada. O modelo de negócios de prestação de serviços é muito diferente do modelo de negócios de venda de produtos a varejo. Uma coisa que poderia ser interessante, por exemplo, seria iniciar apenas com as atividades de projetos de arquitetura de interiores/decoração, então aproveitar os clientes desses serviços para fazer pesquisas de demanda com eles e então validar a viabilidade ou não de começar a venda dos produtos físicos, podendo inclusive manter a ideia mas fazendo adaptações conforme as constatações junto aos clientes. Se quiser debater mais a fundo o assunto, me envie um e-mail: paulo@arquitetoexpert.com.br
      Abraço e muito sucesso!

  • Mônica M disse:

    Esse conteúdo é ótimo! Já favoritei a página. Me formei recente mente mas desde época de estágio na faculdade eu nunca fui “arquiteta” por assim dizer. Atualmente trabalho em um escritório de engenharia, fazendo planilhas de obras, vistorias e orçamentos. Só. Não tenho cargo de arquiteta, mesmo sabendo que antes de tudo temos que ter um histórico de experiencia no mercado, e isso, junto a amigos que se formaram comigo mas que mesmo em escritórios de arquitetura não conseguem exercer sua função de arquiteto, me deu mais vontade de abrir meu próprio negócio. (Ainda não pude assistir a todos os vídeos, mas ja salvei todos os links! hahahaha abçs

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Oi, Mônica! Muito obrigado pelo seu comentário! Bom, eu sou suspeito para falar, pois sou um incentivador do empreendedorismo. Como eu digo nos vídeos, se você tem o perfil empreendedor e sede por crescimento, esse é praticamente o único caminho. E não precisa necessariamente ser nas áreas já “manjadas” do nosso mercado, afinal, existem muitas possibilidades e oportunidades a serem exploradas. Um grande abraço e muito sucesso para você!

  • Claudiene disse:

    Amei as informações! Ainda começarei a faculdade no mês que vem, mas já estou visando abrir meu escritório ao me formar. Abraço!

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Nossa, Claudiene! Você já está bem adiantada no planejamento! Isso é ótimo, quando se formar já sai preparada e em disparada na frente 🙂

  • dacio disse:

    Paulo bom dia,
    sou estudante estou no 9º semestre, mas já pego algumas coisas de projetos, e estou com intenções de abrir um escritório , você acha que é melhor eu acabar a faculdade para depois abri la??
    seus videos foram de grande ajuda pois sanaram algumas duvidas que eu tinha, agradeço pela iniciativa.

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Oi, Dacio!! Obrigado por acompanhar! Cara, é muito bom você já ir se preparando e talvez até mesmo abrindo um escritório antes de se formar. Porém, até que você se gradue, é imprescindível e obrigatório que você tenha um profissional de Arquitetura legalmente habilitado trabalhando com você, registrado junto ao CAU, com Alvará Prefeitura Municipal, pagando ISS e demais taxas e impostos, etc. Grande abraço!

  • manuel casimiro disse:

    Sou de Moçambique, estou já fazendo o meu terceiro ano estou pesando em abrir meu escritório depois da formatura… mas por enquanto não sou arquitecto não posso abrir uma página com meu nome é no futuro transformar isso em empresa?

    • Paulo R. Mezzomo Paulo R. Mezzomo disse:

      Oi, Manuel! Um honra ter você nos acompanhando. Você pode sim construir sua página e ir preparando o terreno para quando se formar. Não vejo problema algum. Mas precisa ser honesto e não assumir papel de arquiteto formado, antes de realmente ser. Um grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *